sobre amizades que murcham

 

Quando você percebe que não tem amigos.

Que nunca teve.

Que pode contar os  verdadeiros numa mão (ou em poucos dedos. Ou em algum).

Que só haviam várias pessoas negativas à tua volta. Que os tais amigos se aproximavam por algum interesse, e assim se mantinham.

Pessoas que falavam mal de ti quando podiam. Que não te traziam nada de bom. Só fardos e mais fardos, peso, culpa.

Pessoas que não entendem teu jeito. Teu ponto de vista, teus problemas, tuas tristezas. Que só te afundavam mais – mesmo quando diziam estar tentando ajudar.

Liberte-se. Esse fardo não é teu. Não é tua culpa. Tu não precisa aguentar nada que não te faça bem. Eu não preciso aguentar.

Me libertei.

tumblr_n2p4clfz8j1tp5nn0o1_400

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s